Covid-19: autorização emergencial para uso da vacina só valerá para o SUS

O gerente-geral de Medicamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gustavo Mendes, afirmou, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (2/12), que nenhuma empresa pediu, até o momento, o uso emergencial da vacina contra a Covid-19. O órgão publicou um guia para as empresas que pretendem solicitar essa modalidade, que valerá apenas para a rede pública e pode cessar a qualquer momento.“É uma excepcionalidade prevista no nosso arcabouço regulatório, mas não existia essa autorização dessa maneira, foi criada em razão da pandemia de Covid-19. O que estamos fazendo agora é traçar os requisitos mínimos”, explica Gustavo.Ele explica que a decisão de publicar o guia e permitir o uso emergencial surgiu de uma busca por convergência regulatória da Anvisa em relação a outras agências, como o FDA, dos Estados Unidos, ou a Organização Mundial da Saúde (OMS). “Não foi um pedido do Ministério da Saúde, ou empresa específica. É uma decisão alinhada às melhores práticas internacionais”, afirma.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.