Mortes por Covid-19 estão no platô há 13 semanas. Quando vão cair?

Às vésperas de completar seis meses do primeiro caso confirmado de coronavírus no país, o Brasil ainda luta contra a infecção. Desde que a Covid-19 desembarcou aqui a curva que mede a evolução da quantidade de óbitos foi piorando até atingir uma aparente estabilização — os pesquisadores chamam a situação de platô.

Porém, o país estacionou o número de mortes em um patamar considerado alto pelo Ministério da Saúde. Nos últimos sete dias, por exemplo, a média móvel de falecimentos registrados por dia foi de 976.

Segundo o gráfico divulgado pelo governo na coletiva de imprensa que aconteceu na última quarta-feira (19/8), o cenário de mortes por Covid-19 está mais ou menos estabilizado desde a semana epidemiológica 21, que compreende o intervalo entre os dias 17/5 e 23/5. As informações do Ministério da Saúde vão até a semana 32, que acabou em 8/8. Nas apresentações, o secretário de vigilância em saúde da pasta, Arnaldo Correia, afirma que variações de até 5%, para mais ou para menos, são consideradas estáveis.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.