Facebook volta atrás e bloqueia contas internacionais de bolsonaristas

Após ser intimado pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, o Facebook acatou a decisão da corte e bloqueou internacionalmente as contas dos bolsonaristas investigados no inquérito contra as Fake News. No anúncio da medida, a empresa ressaltou que o pedido só foi aceito pela “ameaça de responsabilização criminal de um funcionário” e alega que tentará reverter a decisão.
.
“Devido à ameaça de responsabilização criminal de um funcionário do Facebook Brasil, não tivemos alternativa a não ser cumprir a ordem de bloqueio global das contas, enquanto recorremos ao STF”, afirmou a empresa, em nota. O texto ainda critica a decisão, alegando que a medida de Moraes é “extrema” e põe em risco a “liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira”.
.
Moraes havia decretado multa de R$ 20 mil por dia à empresa caso ela não obedecesse à decisão. Nessa sexta-feira (31/7), ele aumentou o valor para R$ 100 mil. Ainda, pelo fato da medida ter sido descumprida por oito dias, o magistrado ressaltou que a penalidade acumulada era de R$ 1,92 milhão.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.